O Que É Um Fundo De Investimento?

O Que É Um Fundo De Investimento? 1

O Que É Um Fundo De Investimento?

Lhe permitem aceder a possibilidades de investimento com características de funcionamento, traço e liquidez, o que duvidosamente se conseguem investir individualmente. O que é um Fundo de Investimento? Grupo Financeiro Inbursa participa do mercado de Sociedades de Investimento a partir de 1981 e conta com uma enorme experiência em consultoria e administração de investimentos.

Artigo 113. (Revogação da transformação).- A transformação pode ser revogada se não forem inscribiera. Neste caso, ficarão sem efeito os intervalos e exclusões produzidos. Artigo 115. (Fusão. Conceito).- Haverá fusão por formação, no momento em que duas ou mais sociedades se dissolvam sem liquidação e trasmitan seus patrimônios, a título universal, a uma nova sociedade que constituem.

  • Praça Fontabella
  • José Antonio Blanco Romero (1989-1994)
  • Registado: Vinte e três nov 2005
  • Verão GBE: acreditar no Redentor, viver contracorrente

Haverá fusão por incorporação quando uma ou mais sociedades se dissolvam sem liquidação e trasmitan seus patrimônios, a título universal, a outra população imediatamente existente. Nas duas modalidades, os sócios ou acionistas das sociedades fundidas receberão em contrapartida, participações, quotas ou acções da sociedade que se acredita ou da incorporante. Artigo 116. (Cisão. Conceito).- Haverá cisão, no momento em que uma nação se dissolver sem liquidação e trasmita quotas partes do seu património, a título universal, a sociedades que se crêem. Também haverá cisão, quando a nação, sem se dissolver, trasmita quotas partes do teu património, a título universal, a uma comunidade ou sociedades que se crêem. Os sócios ou accionistas da comunidade cindida receberão participações sociais ou ações de todas ou muitas das novas sociedades.

Ademais, a sociedade que trasmita cota de teu ágil a uma nação existente conseguirá acordar com esta que a operação ficará sujeita às disposições dessa Seção. Artigo 118. (Princípios gerais e condições).- A fusão e cisão são capazes de ser efectuados entre sociedades de tipos semelhantes ou diferentes e até mesmo em liquidação.

Serão resolvidas por maioria e com os requisitos exigidos pra variação de seus contratos sociais. Deverão revelar com o acordo de sócios ou accionistas que, por efeito da operação, assumam a responsabilidade ilimitada, salvo pacto em contrário.

Se uma comunidade tiver emitido obrigações, debêntures ou partes beneficiárias, se exigirá a prévia autorização de seus titulares concedida em assembléia especial. Artigo 119. (Balanço especial).- As sociedades que pretendam combinar-se ou sair deverão fazer um balanço especial, anteriormente à adopção das respectivas decisões sociais.

Artigo 120. (Representatividade).- Cumpridos os trâmites previstos nas Sub-Seções seguintes, os representantes das sociedades membros ou da sociedade que se rutura assinarão o contrato de fusão ou o ato de cisão. Se criarem sociedades anónimas, as sociedades contratantes ou da cindida, se reputarán como fundadoras.

Artigo 121. (Requisitos).- Quando da fusão ou cisão serão montadas uma ou mais sociedades, se transformam ou modificam os existentes, tem que executar com os requisitos e formalidades de acordo com o tipo. Artigo 122. (Transmissões patrimoniais. O contrato de fusão ou o ato de cisão, produzirá a transmissão dos bens, direitos e obrigações pertinentes, em favor de sociedades neste momento existentes ou das que forem criadas.

Esse atos serão aparelho vantajoso para a anotação nos registros de transferências de bens, direitos, obrigações ou direitos compreendidos na transmissão patrimonial operada. Artigo 123. (Efeitos).- A fusão e a cisão não alterarão os direitos das sociedades que se fundem ou escindan, salvo pacto em oposto tema dos contratos que originem os direitos acima mencionados. A fusão e a cisão não afetarão os acordos contratuais de agrupamentos societários concedidos pelas sociedades intervenientes, salvo pacto em contrário. Subsistirán os direitos de terceiros a respeito as participações, quotas sociais ou ações em substituição às mesmas e as compensações que se tiverem determinado.

Artigo 125. (Compromisso de fusão).- A fusão precisa ser precedida de um acordo, que será outorgado pelos representantes das sociedades, em desempenho do que está resolvido por elas. Os balanços especiais de cada nação que farão parte do compromisso. Artigo 126. (Publicação).- Deverá ser publicado por 10 um extrato do pacto, que conterá suas disposições mais primordiais, indicando, nomeadamente, a denominação social das sociedades que serão dissolvidas e outra vez ou incorporante, como este sua capital.

por