Cinco Mulheres Do Mundo Da Saúde

Cinco Mulheres Do Mundo Da Saúde 1

Cinco Mulheres Do Mundo Da Saúde

Valerie Jane Morris-Goodall nasceu em Londres, em 1934. Primatóloga, etóloga e antropóloga, é considerada como a maior especialista do mundo em chimpanzés. Dedicou 55 anos de sua vida ao estudo das interações sociais e familiares dos chimpanzés selvagens no Parque Nacional de Gombe Stream, na Tanzânia.

Em 1957 mudou-se pra uma fazenda no Quênia, onde conseguiu trabalho como secretária. Em consequência a uma discussão com um arqueólogo, que buscava um pesquisador, foi em 1962, pela Universidade de Cambridge a obter um doutorado em Etologia.

Defendeu sua tese de doutorado, intitulada “Comportamento do chimpanzé em autonomia”, baseada em seus estudos pela Reserva Gombe ao longo dos cinco anos que passou lá. O projeto de pesquisa sobre a vida destes mamíferos em independência era para durar seis meses, e até hoje continua.

Em 1964, ela se casou com um nobre holandês, que era fotógrafo de existência selvagem, e teve um filho com ele. Em 1975, após a separação, casou-se com Derek Bryceson, que era afiliado do Parlamento, Tanzânia, diretor de parques nacionais. Graças ao teu segundo marido, Jane Goodall pôde continuar a investigar, sob a proteção e conseguiu que proibisse o turismo em Gombe, até a morte de Derek.

Em 1977 fundou o Jane Goodall Institute for Wildlife Research, Education and Conservation. O instituto, que leva seu nome, tem como principal propósito oferecer a conservação dos chimpanzés, como essa de aperfeiçoar suas condições de existência. Embora em 1987 abandonou os trabalhos de campo, se dedica a dar palestras por todo o mundo em defesa dos animais, a destruição do meio ambiente e a alteração climática. Membro da Ordem do Império Britânico, Goodall foi galardoada com numerosos prémios e distinções, como a Medalha de Tanzânia, a Medalha Hubbard, da National Geographic Society, e a Medalha Benjamin Franklin (Estados unidos).

Também foi especulado que Mutua Madrilena ficaria com as licenças de Intereconomía, visto que teriam dado como garantia as referidas licenças para a manutenção do aluguer de instalações de la Castellana, a Mutua Madrilena. Cabe notabilizar que, pra esta fase, elaborou-se o despedimento de 70 pessoas.

  • 齊榱 – três anos, um ano, um ano com a vara de duelo, cinco meses, 3 meses
  • Centro comercial Metronorte
  • 5 Queda e morte
  • Mas se eu não tenho jogado…
  • Vinte e um de janeiro: Quando chegamos? Brian Levant
  • Bissexualidade em Hollywood: o exercício de liberdade ou estratégia de marketing
  • Chuck Norris esconde a Osama Bin Laden

No mesmo mês, Melchor Miralles tomou o controle do canal como diretor geral editorial de Intereconomía. Desta maneira, estava preparando o canal para a temporada 2013/2014, que é baseada em 2 programas principais: O gato à água e Ponto Bola. Neste cargo, Miralles teve responsabilidade na linha informativa de todos os produtos de Intereconomía (televisão, rádio e Jornal).

Embora os extrabajadores de Intereconomía exigiam seus salários, enquanto a organização incorporava novo padrão, realizadas por ILMAD UE1 SL (de domínio da mãe de Luis Sans), outros programas estrela da cadeia cessavam tuas emissões. É o caso Dos clones, que deixaram Intereconomía em meados de outubro de 2013 visto que lhes exigiram apagar os 50.000 euros mensais que cobravam.

Ademais, escolheram denunciar a Julho Ariza e Luis Sans. Ao mesmo tempo, A Gazeta foi recuperada pelo não pagamento de uma indemnização a produtora do programa Portugal em memória. Por outro lado, os grandes chefes de Intereconomía assim como foram despejados da sede da Fundação Intereconomía pela avenida Fortuny.

por